All Posts By

Izabel

Vários papéis, uma mulher

By | Universo Infantil | No Comments

Você já pensou quantas papéis você assume diariamente? Do momento que desperta (ou é acordada! 😊) até a hora de se deitar, quantos planos fez e ações executou?

Ao acordar, logo se iniciam as tarefas domésticas, sejam feitas por você mesma, ou por uma ajudante…que, na maior parte das vezes, precisa de orientações e definições quanto a organização do dia. Simultaneamente, o lado mãe já está em ação.  

É uma sequência de trocar a roupa das crianças, organizar mochila da escola (e se preocupar com o lanche – ou não, se optar pela ajuda dos produtos do Merendeira!), dar café da manhã, levar para o colégio ou providenciar para que tudo esteja pronto quando esse momento chegar. Isso sem falar das atividades extracurriculares e do papel de “mãetorista”.

Vem o planejamento do dia com o esposo e em conjunto as divisões de atividades de supermercado, padaria, açougue, etc.. O café da manhã termina rapidinho, para conseguir se arrumar e ir para o trabalho.

Os intervalos no trabalho são logo aproveitados para olhar a viagem de férias, um eletrodoméstico que queimou e precisa ser comprado, um presente para a festa do final de semana, ou pagar uma conta.

A jornada na empresa acaba (considerando que não haverá trabalho para levar para casa) e começa o movimento de buscar criança na escola, aproveitando o caminho para uma pausa na padaria. Chegando em casa, o lado mãe – dona de casa volta à cena. Crianças na cama, vem o lado mulher e esposa.

Se identificou com essa rotina?

Os dias vão passando e passando e mal percebemos como eles são tomados por responsabilidades como mãe, mulher, esposa, empresária ou funcionária, dona de casa e por aí vai.

Fazemos com amor mesmo… alguns dias, mais cansada que outros. Mas o quanto estamos felizes com essa entrega: a dedicação é voluntária ou você sente a necessidade de dividi-la com alguém? E se sente, manifesta essa vontade ou deixa a rotina se sobrepor e o “já estou acostumada” e “sempre foi assim” vence?

A questão maior é: o quanto consigo me colocar como um dos “papéis” que tenho? Reservo um tempo para me cuidar, para ser EU? Coloco na agenda das responsabilidades a de estar comigo mesmo, da forma que me agradar… fazendo as unhas, conversando com as amigas, batendo perna por aí, em oração, fazendo um curso, deitada sem fazer nada, da forma que for… o importante é estar feliz com as multifunções que tenho e ver se uma delas é eu mesma, na minha individualidade.

Mãe de menino: será que quero mais um?

By | Universo Infantil | No Comments

Mãe de menino: será que quero mais um?

Sempre me imaginei tendo mais de um filho. Gosto de criança e após a vinda do meu primeiro filho, tive a certeza que gosto da maternidade.

Mesmo com toda a exaustão gerada, a mudança de centro de vontade e do tempo das coisas (a criança passa a ditar o tempo das coisas e seu planejamento fica envolto, por vezes, ao horário que ela come, dorme, etc….mas isso é conversa para outro post), gostar de ser mãe ficou bem claro.

Mas daí a querer o segundo filho é algo que está longe do meu campo de certezas…

Como será? Virá como o primeiro? Estou animada para passar por tudo de novo? Meu primeiro filho já faz tanta coisa sozinho (como é bom!), a rotina em casa está tão gostosa, será?

Quando a conversa começa a caminhar para a resposta “vou parar no primeiro filho”, logo surgem outros pensamentos: “criança é tão bom, enche a casa de vida e alegria, o primeiro ano de vida que é o mais difícil, mas passa… é tão bom ter irmãos (eu tenho dois), meu filho vai adorar ter um companheiro” e por aí vai…

Me vejo tentando me auto convencer do caminho a tomar, mas será que terei essa resposta de forma tão cristalina?

Quando resolvi engravidar do primeiro filho, não tinha tanta certeza, porque agora acho que terei?

Com tantas perguntas, ando embalada pelo conselho mais comum de se receber em meio a tantos questionamentos: o “deixa acontecer…se tiver que vir, virá”.

E você também está nesse dilema procurando uma resposta (em você mesma)? Compartilhe conosco sua história e nos conte se a decisão do segundo filho (ter ou não ter) foi mais fácil que a do primeiro.

FUNCIONAIS: O que são?

By | Merenda saudável | No Comments

O avanço da ciência e da nutrição vem nos trazendo muitas informações novas sobre os alimentos. É importante nos abrirmos para repensar velhos hábitos.

Uma ótima alternativa é a inclusão de ingredientes funcionais no dia a dia, aqueles capazes de promover a saúde e preservar de doenças. Isso mesmo! Preservar de doenças. Um assunto que parece oportuno apenas quando já estamos mais velhos, certo?  Por que não incentivar sempre?

Sementes de chia e linhaça, aveia e outros cereais integrais, oleaginosas como nozes e amêndoas, pescados, soja e outras leguminosas e, claro, frutas e hortaliças com alegações funcionais, são ingredientes que enriquecem o cardápio do Merendeira e contribuem para uma boa nutrição e prevenção de doenças futuras.

Alimentos Funcionais

Para o sucesso dessa empreitada é fundamental que você, consumidor, seja um sujeito ativo neste momento de transformação e construção de hábitos alimentares melhores. Vamos experimentar juntos?

Alimento funcional  – o que é?

“São alimentos ou ingredientes que produzem efeitos benéficos à saúde, além de suas funções nutricionais básicas. Os alimentos funcionais caracterizam-se por oferecer vários benefícios à saúde, além do valor nutritivo inerente à sua composição química, podendo desempenhar um papel potencialmente benéfico na redução do risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, dentre outras” (Universidade Federal de Santa Catarina, 2008).

Dê mais vida a seu prato. Acesse: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/220_alimentos_funcionais.html